Primavera Econômica

ACIC 7 de setembro de 2017

JOAO_TESTA

Por: João Carlos Testa*

Este é um mês movimentado e agitado para maioria dos empresários. Um mês em que floresce um grande volume de ideias e a reflexão de que faltam apenas 3 meses para o final do ano, quando a maior parte das empresas do comércio concentram suas atividades. Em nota divulgada para a imprensa, o Ministério da Fazenda analisa que acabou o período de dormência: as empresas estão voltando a contratar, devido a inflação baixa e a queda consistente dos juros, que contribuem para a retomada do consumo das famílias.

Dados do IBGE divulgados recentemente também confirmam que a economia brasileira está reflorescendo. O IBGE informou que o PIB teve alta de 0,2% de abril a junho frente aos três meses anteriores. Em relação ao mesmo período do ano anterior, a economia avançou 0,3%. O resultado ocorre após o PIB ter crescido 1% no primeiro trimestre, puxado pelo setor agropecuário, o que foi comemorado pelo governo como ‘o fim da recessão’. Esse é o segundo trimestre consecutivo de crescimento, depois de dois anos de retração, inflação recorde e desemprego crescente. Os dados do IBGE mostraram ainda que o consumo familiar voltou a crescer depois de nove trimestres de retração.

A agitação com a aproximação do final do ano alcança praticamente todas as áreas da nossa vida, mas a parte prática e profissional merece maior atenção para que possamos ver nossos projetos finalmente caminhando e avançando como deveriam, para alcançar o ápice com a chegada da primavera e a colheita da ‘árvore de dinheiro’, com o a proliferação do aumento das vendas de final de ano.

Com o reflorescer da economia, nasce a abertura necessária para que possamos caminhar por meio da ação direta e da iniciativa própria, sem esperar pelos outros, ou por uma situação econômica melhor, ou por uma legislação mais justa, ou por situações mais favoráveis; não podemos esperar por tanto tempo, devemos ponderar, mas seguir em frente. Muitas vezes vamos encontrar resistência, então precisaremos fazer as coisas do nosso jeito, mas inovando para que possamos comprovar pela ação, que alguns trabalhos são necessários.

Estamos em um momento de iniciar, de nascer, de florescer, e este momento também representa uma boa oportunidade para colocarmos a casa em ordem, lembrando que como afirma o economista francês Olivier Blanchard, quando fala de retomada da economia, ‘um pássaro só não faz a primavera’, devemos permanecer juntos, cada um fazendo sua parte, buscando e obtendo o resultado merecido.

*João Carlos Testa é Engenheiro Agrônomo, Gerente e Sócio da Celeiro Agrícola e Presidente da ACIC Cianorte.

Deixe seu comentário